Pular para o conteúdo principal

Flávio Moura


SANTIDADE A LUZ DA BÍBLIA

“Porque escrito está: Sedes santos, porque Eu sou santo.” (I Pedro 1.16)

“Porque escrito está!” É uma afirmação muito importante para o cristão, haja vista que tudo o que está escrito, foi escrito para o nosso proveito. Exigiria Deus algo ao homem que lhe fosse impossível? Certamente que não, caso contrário Deus seria sádico, se comprazendo com a angústia e o sofrimento do ser humano o que seria antagônico a sua essência e natureza. Partindo dessa assertiva, de que Deus não exige nada ao ser humano que lhe seja impossível, concluímos então e até com certa facilidade que é possível sim sermos santos.
            Superando essa fase, nos deparamos agora com outra fase da mesma questão que ao meu sentir reside na necessidade de analisarmos etimologicamente o que vem a ser a  palavra santo. Pois bem, as principais palavras bíblicas para santo são qadosh e qodesh, no AT, e hagios, no NT, todas as quais são de derivação incerta. Se a origem semântica  de  qadosh for aceita, talvez venha  de uma raiz que expressa “separação” ou “extirpação”, aplicada à separação ou consagração de uma pessoa ou coisa para o uso divino, e assim, eventualmente, para o estado do objeto ou pessoa assim consagrados. Hagios, no NT, é o equivalente mais próximo do hebraico qadosh (provavelmente vem da mesma origem que hagmos, que significa “puro”) e tem o mesmo pensamento fundamental de separação e, por conseguinte, de consagração a Deus.
            Uma indagação interessante que poderia ser suscitada seria: se no Novo Testamento a palavra santo tem fundamentalmente o significado de separado e sendo Deus Santo, ele estaria separado dos seres humanos? A resposta a essa indagação ao meu sentir é: sim, e concomitantemente não. Explico; quando imaginamos que Deus é intimamente superior a tudo e a todos (Ex 15.11); (Is 40.17-25), a resposta é sim, ele é, nesse contexto, separado de tudo e de todos. Todavia, quando também lembramos que por amor JESUS morreu por nós (Rm 5.6-8), percebemos claramente que a resposta a mesma indagação muda substancialmente e passa a ser não. Não, ele não está, apesar de sua infinita superioridade, separado do ser humano, na verdade ele pode e quer estar no ser humano (Jo 14.22-23); (At 17.26-28).
            Com o cristão ocorre algo semelhante, pois a mesma indagação deve ser analisada com equilíbrio e à luz da Bíblia. Somos nós separados do mundo? Penso que a resposta mais coerente a essa indagação é: não, e concomitantemente sim. É obvio que vivemos no mundo (Jo 17.11 e 15), assim sendo, nós não estamos e nem podemos ser separados do mesmo. Mas há vários textos bíblicos que nos impõe essa separação, como superar essa aparente contradição? Penso que a maneira mais eficaz de superação, nesse caso, seria a transformação da nossa mente. (Rm 12. 1,2), por intermédio do estudo da Bíblia Sagrada, (I Co 2. 15, 16) ; (Mt 23. 25 - 28), a fim de podermos afirmar: sim, é possível vivermos no mundo e sermos separados do mesmo. Pense nisso!

Pr. Flavio Gomes de Moura
Bel. Direito
Email:flaviogomesdemoura@yahoo.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem de Ensinamento com Pr. Clodoaldo Alves da Costa 08/08/2017

Culto de Ensinamento na IEADN em Boa Vista Roraima, com nosso Pastor Presidente Clodoaldo Alves da Costa