Pular para o conteúdo principal

Igreja Universal condenada a indenizar operador de som agredido por pastor durante culto


A Igreja Universal do Reino de Deus sofreu mais uma derrota na Justiça, dessa vez, no âmbito trabalhista, e deverá indenizar um operador de som em R$ 25 mil.
A informação foi divulgada pela jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha de S. Paulo. De acordo com o texto, um pastor de Belo Horizonte teria agredido o homem “com um microfone em sua cara”.
O episódio teria acontecido quando um dos pastores da denominação reclamou que o microfone estaria sujo e descascado. O funcionário argumentou que isso se devia pelo excesso de lavagem e foi rebatido pelo pastor que teria dito “cheira aqui” para o operador de som, empurrando o microfone em seu rosto.
Após o episódio, outros pastores passaram a fazer piada com a situação dizendo “cheira aqui” para o rapaz.
No processo, o operador de som ainda relatou que durante rituais de exorcismo, um bispo da Universal sempre apontava pra ele dizendo “queima esse demônio aí em cima. Mande ele embora, pois ele é o demônio que está estragando a nossa reunião”.
A Igreja Universal recorreu ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), alegando “que inexistiu a configuração do dano [...] e que não houve prova de qualquer dano psíquico- emocional do autor”, porém a decisão foi mantida.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Ensinamento com Pr. Clodoaldo Alves da Costa 08/08/2017

Culto de Ensinamento na IEADN em Boa Vista Roraima, com nosso Pastor Presidente Clodoaldo Alves da Costa