Pular para o conteúdo principal

Maioria dos americanos duvida que oração pode evitar desastres naturais, afirma pesquisa

Depois que um tornado devastou partes de Oklahoma (EUA) no dia 20 de maio, matando duas dezenas de pessoas e causando bilhões de dólares em danos, diversas organizações religiosas se juntaram para prestar apoio às vítimas, e trabalhar de forma a minimizar os efeitos da tragédia. Diante desse quadro, uma pesquisa mostrou que a maioria das pessoas confia mais em agências humanitárias ligadas a princípios religiosos que em suas contrapartes seculares.

Um estudo conduzido pela LifeWay Research mostrou que entre a maioria dos americanos tem aumentado também o interesse em Deus e em doar para tais agências humanitárias. Porém, o estudo mostrou também que a maioria das pessoas não acredita que a oração pode ajudar a evitar desastres como o de Oklahoma.
- Enquanto alguns chamam de ‘atos de Deus’, outros questionam por que um Deus bom e amoroso faria uma coisa dessas. O fato é que Deus não nos dá todas as respostas. Mas, como cristãos, cremos que Deus nos dá a Si mesmo, e é por isso que temos fé. Fé é crer em Deus quando você não tem todas as respostas. Mas, desastres provam nossa fé… Algumas pessoas se aproximam de Deus, algumas se afastam – afirmou Ed Stetzer, presidente da LifeWay Research.
De acordo como estudo, quase seis em cada 10 norte-americanos (57 por cento) concordam com a afirmação: “Quando ocorre um desastre natural, o meu interesse em Deus aumenta.” Trinta e um por cento discordam e 12 por cento não souberam responder, segundo o Charisma News.
Porém, apesar de seu interesse crescente em Deus em momentos de desastres, a maioria dos americanos duvidam que a oração pode evitar desastres naturais. Cinquenta e um por cento discordam que a oração pode evitar tais eventos.
Segundo o LifeWay pessoas que frequentam uma igreja regularmente, e aqueles sem um diploma universitário tendem a confiar mais em Deus durante os desastres, enquanto que os americanos mais jovens são mais propensos a duvidar de que Deus existe.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Banda Catedral anuncia última turnê e o seu fim

Em vídeo, os integrantes da banda, Kim, Júlio Cézar e Guilherme Morgado anunciam que o CD e DVD dos 25 anos da banda será o último trabalho. 

Nesta sexta-feira, 22 de maio, os integrantes da Banda Catedral anunciaram em vídeo, que, a gravação do Cd e DVD em comemoração aos 25 anos da banda, que será gravado em Belém (PA) e em Recife (PE), será o seu último trabalho.

O último trabalho em vídeo que vai celebrar os 25 anos de carreira da banda, recebeu o nome de “Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos”.

“Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos” será o quarto trabalho ao vivo do Catedral em DVD. Os outros títulos já lançados são “Catedral 10 Anos Ao Vivo”, “Acima do Nível do Mar - 15 Anos” e “Catedral 20 Anos de Estrada Ao Vivo”. Além desses DVDs, a banda tem outro título, “Mais que Amigos = Irmãos”, em parceria com a banda Novo Som.

Catedral é uma banda brasileira de rock cristão, formada no Rio de Janeiro em 1988, conhecida por abordar nas letras de suas canções uma mensagem cristã positiva e popula…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Onda de ataques deixa 800 cristãos mortos e 16 igrejas destruídas

A Arquidiocese de Kafanchan divulgou esta semana que os últimos ataques no sul do estado de Kaduna, Nigéria, resultou em mais de 800 mortos. Cinquenta e três aldeias foram invadidas por soldados islâmicos, da etnia fulani. As autoridades reconhecem que falharam em proteger os habitantes locais, mas não anunciaram que providencias tomariam. Durante uma coletiva de imprensa, Ibrahim Yakubu, responsável pela arquidiocese e quatro outros padres apresentaram um relatório completo, mostrando que foram invadidas 1422 casas e destruídas 16 igrejas, além de uma escola primária cristã. Ao total, morreram 808 pessoas e mais 57 ficaram feridos. Ao jornal The National, Yakubu pediu que todas as famílias que perderam entes queridos ou propriedade recebessem algum tipo de compensação e que seja criada uma comissão oficial para investigar os casos. Já o senador Sani Shehu, reclamou que o estado de Kaduna esteja se transformando em “um matadouro e um cemitério onde vidas humanas não tem valor”. Ele af…