Pular para o conteúdo principal

Roubar comida do colega de trabalho pode dar demissão; tire suas dúvidas

Câmera na empresa pode registrar furtos de comida a notebooks (Foto: G1/EPTV)
A prática de furtos no ambiente de trabalho pode gerar demissão por justa causa. E não importa se o bem furtado é um iogurte, celular ou notebook. No entanto, para que a penalidade possa ser aplicada sobre o responsável pelo delito, é necessário que o ato seja devidamente comprovado, alerta quem trabalha com as leis trabalhistas.

A denúncia da assistente de telecomunicações Werônica Oliveira, de 24 anos, acabou causando a demissão de um colega seu, que tinha a mesma função que ela na empresa. Ele foi flagrado furtando comida na geladeira da empresa. 

Werônica conta que deixou uma sacola com iogurtes e queijo na geladeira da empresa, que havia acabado de ser limpa pelas faxineiras. Mais ou menos uma hora depois, ela foi pegar algo para comer e viu que sua sacola havia sido revirada. "Fiquei muito revoltada e pedi a ajuda de uma monitora. Chamamos o segurança e ele foi verificar as imagens. Nesse intervalo o colega que havia roubado as minhas coisas confessou para mim que era ele, pediu desculpas e queria que eu retirasse a queixa com o segurança", conta. Porém, segundo ela, já era tarde. O segurança já havia visto as imagens e já tinha informado para a monitora sobre a autoria do furto. E o colega de Werônica foi mandado embora, sem justa causa.

"A minha iniciativa não foi para prejudicar ninguém, mas sim para que fosse feita justiça", diz.
O caso aconteceu no mês de abril. Segundo Werônica, o autor do furto comeu quase todo o queijo e tomou quatro iogurtes. Na cozinha da empresa tem câmera, e todos sabem do equipamento, que fica bem visível.

"Eu senti uma revolta e indignação muito grande, porque eu nunca teria coragem de roubar o que fosse de ninguém", afirma. Werônica diz que os casos de furto vinham acontecendo há mais ou menos dois anos. Só com ela haviam ocorrido cerca de 10 furtos, sempre de comida. "Por isso eu estourei, já estava saturada", comenta. Após a demissão do funcionário, os furtos diminuíram, mas não acabaram.

Janaína Nunes teve sua marmita furtada da geladeira da firma (Foto: Arquivo pessoal)
Janaína dos Prazeres Nunes teve sua marmita
furtada da geladeira da firma
(Foto: Arquivo pessoal)
Bacalhau com camarão 
A técnica em radiologia Janaína dos Prazeres Nunes, de 26 anos, deixou sua marmita por duas horas na geladeira. Quando foi pegar a comida para esquentar, ela não estava mais lá. Era seu almoço durante o turno da tarde no hospital em que trabalhava. 

"Nunca tinham mexido na minha marmita, mas no dia em que eu levei bacalhau com camarão pegaram", conta. Ela diz que até o pote foi levado. "Quando eu levava salsicha e linguiça em um pote de R$ 1 ninguém pegava, mas foi levar uma comida mais sofisticada em um pote de marca que furtaram tudo", lamenta.
O fato ocorreu há cerca de seis meses. Segundo ela, os furtos eram frequentes, principalmente de comidas mais elaboradas como lasanha e rondelli. "Às vezes só sumia a mistura. É muito feio roubar comida", diz. Iogurtes e refrigerantes também eram alvos do ladrão. "O segurança do hospital colocou laxante uma vez em um iogurte [para flagrar o ladrão] e um enfermeiro teve dor de barriga, aí todo o mundo ficou desconfiado, mas pode ter sido coincidência, é complicado acusar sem ter provas", diz.

Atualmente Janaína almoça por volta de 11h na clínica onde trabalha de manhã, antes de ir para o hospital na parte da tarde. Nessa clínica ela nunca teve a comida furtada da geladeira. Mas há cerca de 3 anos foram levados R$ 70 furtados da sua bolsa que estava em um armário comum destinado aos funcionários.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Ensinamento com Pr. Clodoaldo Alves da Costa 08/08/2017

Culto de Ensinamento na IEADN em Boa Vista Roraima, com nosso Pastor Presidente Clodoaldo Alves da Costa



O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…