Pular para o conteúdo principal

Ateus são proibidos pela Justiça de protestar contra o cristianismo em eventos da Jornada Mundial da Juventude

A Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA) planejava realizar protestos durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), mas foram proibidos pela Justiça.
Devido a uma declaração do general José Alberto Abreu, comandante da 1ª Divisão do Exército e coordenador de defesa de área na JMJ, de que “quem tentar promover qualquer mobilização no espaço sob o controle das Forças Armadas será convidado a se retirar”, a ATEA foi à Justiça para pedir um salvo conduto a fim de manter seus protestos.
A entidade pretendia protestar com cartazes contra o catolicismo e outras questões ligadas à fé, além dos gastos públicos com a realização do evento.
De acordo com o jornalista Lauro Jardim, da coluna Radar Online no site da revista Veja, o desembargador Luciano Rinaldi vetou os protestos, justificando que o direito à manifestação não deve sobrepor-se ao direito ao culto.
“A condição de ateu deve ser respeitada, porquanto a ausência de crença também está inserida no campo da liberdade de orientação religiosa, protegida pelo texto constitucional. Contudo, essa condição não garante, sob qualquer pretexto, o pretenso direito de manifestação nos locais de livre exercício dos cultos religiosos e suas liturgias, que devem ser protegidos pelo estado, conforme determinação constitucional”, afirmou Rinaldi em sua negativa aos protestos da ATEA.
Ressarcimento
De acordo com a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a ATEA está reunindo dados através da Lei de Acesso à Informação, para processar as autoridades que investiram verba pública na JMJ. “Gastos governamentais com atividade religiosa são contrários ao princípio do Estado laico”, diz Daniel Sottomaior, presidente da ATEA.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…