Pular para o conteúdo principal

Cristão candidato a senador quer proibir o sexo oral e relações homossexuais nos Estados Unidos

O procurador-geral do Estado da Virgínia, nos Estados Unidos, Ken Cuccinelli, lançou na última sexta-feira (19) uma proposta de lei que, se aprovada, proíbe a prática de relação sexual diferentes da vaginal. Polêmica, a lei proibiria relações como o sexo oral e as relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo.
Cristão, Cuccinelli é um dos candidatos ao senado pelo Partido Republicano e afirma que a lei “Crimes Contra a Natureza”, que ele chama de “lei anti-predadores de crianças” seja aprovada para combater crimes ligados ao abuso sexual de crianças.
De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, diversos Estados americanos mantiveram leis similares a essa, alguns até o ano de 2003, ano em que a Suprema Corte norte-americana julgou o caso “Lawrence versus Texas” e tornou inconstitucionais todas as legislações que criminalizavam formas sexuais. Porém, o candidato a senador defende que apenas a retomada da antiga legislação será capaz de proteger o público infantil.
Essa não é a primeira vez que o candidato republicano se envolve em polêmicas com leis relacionadas ao sexo. Em 2004 ele combateu um a lei que tinha como objetivo eliminar os crimes ligados ao sexo entre adultos e deixar apenas aqueles relacionados à prostituição, atentado ao pudor e pedofilia.
Diversos grupos defensores dos direitos civis combatem a intenção de Cuccinelli, afirmando que a lei poderia ser usada para criminalizar relações sexuais entre adultos, e não apenas aquelas envolvendo crianças.
Pesquisas realizadas pelos Centros de Controle de Doenças dos EUA estimam que 82% dos homens e 80% das mulheres com idades entre 15 e 44 anos admitem praticar sexo oral.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…