Pular para o conteúdo principal

Editora Central Gospel investe em nova estratégia de revenda e oferece oportunidade imperdível; Confira

A editora Central Gospel anunciou uma nova estratégia de revenda, oferecendo uma oportunidade para quem deseja dar um novo rumo na vida profissional.
A estratégia é levar os produtos cristãos da Central Gospel das lojas para a venda porta a porta. “A empresa que mais cresce no segmento editorial gospel agora está mais perto do consumidor, investindo na compra direta com o revendedor”, dizem os responsáveis pela empresa.
A iniciativa de revenda porta a porta da Central Gospel será lançada no dia 20 de julho, no programa Vitória em Cristo.
Em tempos de comércio eletrônico, investir nesse sistema antigo de revenda não é um retrocesso, pois é considerado bastante eficaz por empresas da área de cosmética.
A Central Gospel implementará a venda de porta em porta, a fim de alcançar novos públicos e fidelizar as conquistas com um atendimento pessoal prestado por profissionais qualificados, bem preparados e confiáveis.
A modalidade de venda porta a porta prioriza o conforto do consumidor e gera ganhos para quem pretende investir em um novo ramo de atuação ou complementar a sua renda familiar, oferecendo assim, uma oportunidade de mudança na vida profissional.
Outra facilidade para quem atua como revendedor é a flexibilidade de horário para o trabalho, pois quem controla a agenda de visitas ao cliente é o próprio revendedor.
Os representantes da editora afirmam que, entre as vantagens oferecidas aos profissionais que atuam com esse sistema de vendas na Central Gospel estão as formas de pagamentos e os descontos diferenciados que influenciarão na margem de lucro de quem aderir à oportunidade.
Então, não perca o programa Vitória em Cristo, no dia 20 de julho, às 9h00, na Rede TV!, e às 12h00, na Band. Nesta edição, o pastor Silas Malafaia revelará como você pode tornar-se um revendedor da Central Gospel e suas vantagens. A partir dessa data. As informações a respeito também estarão disponíveis no site editoracentralgospel.com.
REVENDEDORES_shutterstock_87096800
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Banda Catedral anuncia última turnê e o seu fim

Em vídeo, os integrantes da banda, Kim, Júlio Cézar e Guilherme Morgado anunciam que o CD e DVD dos 25 anos da banda será o último trabalho. 

Nesta sexta-feira, 22 de maio, os integrantes da Banda Catedral anunciaram em vídeo, que, a gravação do Cd e DVD em comemoração aos 25 anos da banda, que será gravado em Belém (PA) e em Recife (PE), será o seu último trabalho.

O último trabalho em vídeo que vai celebrar os 25 anos de carreira da banda, recebeu o nome de “Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos”.

“Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos” será o quarto trabalho ao vivo do Catedral em DVD. Os outros títulos já lançados são “Catedral 10 Anos Ao Vivo”, “Acima do Nível do Mar - 15 Anos” e “Catedral 20 Anos de Estrada Ao Vivo”. Além desses DVDs, a banda tem outro título, “Mais que Amigos = Irmãos”, em parceria com a banda Novo Som.

Catedral é uma banda brasileira de rock cristão, formada no Rio de Janeiro em 1988, conhecida por abordar nas letras de suas canções uma mensagem cristã positiva e popula…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Onda de ataques deixa 800 cristãos mortos e 16 igrejas destruídas

A Arquidiocese de Kafanchan divulgou esta semana que os últimos ataques no sul do estado de Kaduna, Nigéria, resultou em mais de 800 mortos. Cinquenta e três aldeias foram invadidas por soldados islâmicos, da etnia fulani. As autoridades reconhecem que falharam em proteger os habitantes locais, mas não anunciaram que providencias tomariam. Durante uma coletiva de imprensa, Ibrahim Yakubu, responsável pela arquidiocese e quatro outros padres apresentaram um relatório completo, mostrando que foram invadidas 1422 casas e destruídas 16 igrejas, além de uma escola primária cristã. Ao total, morreram 808 pessoas e mais 57 ficaram feridos. Ao jornal The National, Yakubu pediu que todas as famílias que perderam entes queridos ou propriedade recebessem algum tipo de compensação e que seja criada uma comissão oficial para investigar os casos. Já o senador Sani Shehu, reclamou que o estado de Kaduna esteja se transformando em “um matadouro e um cemitério onde vidas humanas não tem valor”. Ele af…