Pular para o conteúdo principal

Evangélica, mãe de menina beijada pelo papa Francisco na chegada para a JMJ diz ter se emocionado: “Não sei explicar a sensação”

A chegada do papa Francisco ao Rio de Janeiro para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) contou com um desfile pelas ruas do centro da capital fluminense, com direito a acenos para os fiéis e até, carícias a crianças.
Uma das crianças que o papa Francisco pegou no colo e beijou é filha de uma evangélica, que passava pelo local e resolveu assistir ao desfile.
Quando o carro que levava o papa cruzou a esquina das ruas Araújo Porto Alegre e México, o papa apontou para uma menina de 1 ano e oito meses que estava no colo da mãe, e os seguranças a levaram até o pontífice, que a abraçou e beijou.
A mãe da menina, Thaís Albuquerque Ramos, afirmou ter ficado emocionada com o gesto do papa: “É muito emocionante. Não sei explicar a sensação. As minhas pernas começaram a tremer”. Em entrevista à reportagem do jornal Folha de S. Paulo, Thaís explicou o porquê estava no local: “Minha amiga falou pra gente ficar pertinho do gradil para quando o papa viesse eu levantar minha filha”.
Depois de ter sido beijada pelo papa, a menina Izadora adormeceu. Os fiéis que acompanharam a cena, se aglomeraram para tocar e tirar fotos com a criança.
No entanto, apesar da emoção, Thaís afirmou que apesar de “grata” pelo gesto do papa, não mudará de religião e não influenciará na escolha de sua filha, quando ela for mais velha.
Deus é brasileiro
Durante o voo que trouxe Francisco ao Rio de Janeiro, o papa foi perguntado por jornalistas sobre o fato de alguns fiéis lamentarem que ele, apesar da ascendência italiana, seja argentino: “Vocês não se conformam com nada. Vocês querem tudo. Vocês já têm um Deus brasileiro, queriam um papa brasileiro também?”, brincou, fazendo referência ao dito popular de que, devido às inúmeras belezas naturais do Brasil, Deus seria tupiniquim.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…