Pular para o conteúdo principal

Marcelo Rezende diz que crê em Deus, mas considera a religião “um atraso” para a sociedade; Assista

O jornalista Marcelo Rezende, apresentador do telejornal policial Cidade Alerta, da TV Record, afirmou durante a edição do programa da última sexta-feira, 12 de julho, que considera a religião “um atraso”.
O comentário polêmico de Rezende foi feito na introdução à reportagem que contava a história da menina Yasmin, que havia sido dada como morta após o parto e ressuscitou após três horas da declaração de óbito.
“Eu não gosto de religião. Para mim, religião é um atraso. Eu acredito em Deus”, disse Rezende, que se justificou dizendo que por causa da religião, muitas guerras e disputas foram iniciadas.
No entanto, o apresentador frisou que se define como um homem de fé, apesar de condenar as instituições religiosas, e que acreditava que o “milagre” era obra divina: “Deus há de permitir que ela vença todas as etapas da recuperação. Com certeza! Ele tirou a menina do buraco, da cova, e trouxe à vida. Ela vai vencer”, disse.
“Religião é um atraso”:
Cristianismo Abstrato
O comentário de Marcelo Rezende sobre considerar a religião em “si um atraso” mas “crer em Deus” é um pensamento comum e foi tema de um sermão do pastor Ed René Kivitz, líder da Igreja Batista de Água Branca (IBAB), em São Paulo.
Segundo Kivitz, “quem acredita nas realidades espirituais, mas não interage com elas” vive um “cristianismo abstrato”.
“Por exemplo, acreditar em Deus pode ser o mesmo que acreditar na existência de Barack Obama sem nunca ter apertado sua mão, ou na existência da Austrália e no Amazonas sem nunca ter visitado o país ou navegado as águas do rio. Isto é, ‘acreditar na existência de’ é diferente de ‘se relacionar com’. Quem acredita na existência de Deus ,mas não se deixa afetar por Ele, não tem vantagem alguma sobre o diabo, que também acredita que Deus existe (Tiago 2.19)”, disse o pastor.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…