Pular para o conteúdo principal

Thalles Roberto no Ratinho é mais uma oportunidade perdida por artista gospel

Por Jarbas Aragão

Quase todas as vezes que artista gospel aparece em um programa de televisão de grande audiência, cria-se uma expectativa que ele/ela usará a oportunidade para testemunhar de sua fé. Invariavelmente isso não acontece e o público evangélico reclama do artista. O pior é quando eles se comportam como qualquer músico apenas interessado em mostrar o seu trabalho e falar do seu sucesso.
Ontem (10/7) foi a vez do cantor  Thalles Roberto se apresentar no programa do Ratinho, do SBT,  na versão musical semanal chamada de “Boteco do Ratinho”. Como é costume, o apresentador não conhecia muito da carreira do artista e mencionou apenas os trabalhos que ele fazia antes da carreira gospel. No caso, suas passagens como backing vocal dos grupos Jota Quest e Jamil e Uma Noites.
Entre um comentário e outro, Ratinho e a plateia ouviram as músicas “Sejam Cheios do Espirito Santo” e o sucesso mais recente de Thalles: a controversa “Filho Meu”. O vocabulário “envangeliques”, indecifrável para o grande público, marcou a participação de Thalles, com direito a dançarinas rebolando em trajes minúsculos ao som da música de louvor.
Ao contrário da enxurrada de criticas que recebeu nas redes sociais, o cantor usou sua conta no Facebook, para comemorar, deixando claro que está ciente das críticas:
“Foi incrível, Muita unção. Milhares de testemunhos. Tive a oportunidade de ouvir do Ratinho que ele NUNCA recebeu tantos pedidos de pessoas pra levar alguém no programa como ele recebeu pra me levar! No final ele disse: ‘o Brasil gosta muito de você’. Sabe o que é isso? O povo está com sede de DEUS!!! Vou continuar DO MEU JEITO falando do evangelho que mudou a minha vida. Sem religiosidade. Sem conversinha fiada e sem nhem nhem nhem. ALELUIA!”, postou.
O teor da mensagem deixa claro que a “explosão” do movimento gospel na mídia nos últimos tempos ainda tem muito fôlego.  Basta lembrar as participações recentes de artistas evangélicos em programas como Raul Gil, Caldeirão do Huck, Encontro com Fátima Bernardes e no próprio Ratinho. Infelizmente, classificados pelos evangélicos quase sempre como “oportunidades pedidas”.
* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…