Pular para o conteúdo principal

Jean Wyllys afirma que “se Jesus voltasse hoje ele estaria do lado dos gays” e não do lado de alguns líderes evangélicos; Assista!

O deputado federal e ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ) participou nessa sexta feira (16) do programa “Morning Show”, da RedeTV!”. Durante o programa, Wyllys falou sobre homossexualidade, política e religião, além de comentar sobre sua participação no “Big Brother Brasil”. Em uma das perguntas o deputado falou sobre as chamadas “igrejas inclusivas” e afirmou que “se Jesus voltasse hoje ele estaria do lado dos gays” e não de alguns líderes evangélicos.
Jean Wyllys falou também sobre o deputado e pastor evangélico Marco Feliciano (PSC-SP), afirmando ter provas de que foi difamado por um assessor do pastor, e rebateu afirmações da cantora Mara Maravilha, que teria se referido ao homossexualismo como aberração, em uma edição anterior do programa.
Depois de ironizar a cantora, afirmando que ela estaria gorda, Wyllys respondeu afirmando que “aberração é a estupidez, aberração é a desonestidade intelectual, é quando a pessoa tem acesso à informação e ela não muda e não se transforma. Eu acho que aberração é você querer impor às pessoas a sua moral, a sua conduta, a sua visão de mundo”. Ele disse ainda serem lamentável as afirmações da cantora, e disse que ela deve ter muitos homossexuais em seu fã-clube.
Questionado pelo apresentador do programa se concordava com as igrejas inclusivas, classificas pelo apresentador como “igrejas gays”, Jean Wyllys afirmou concordar com tais denominações religiosas, e ressaltou que os evangélicos são “um coletivo muito diverso”, e disse ter amigos em igrejas históricas e até mesmo neopentecostais “que não têm nada contra a homossexualidade”.
- A gente não pode confundir os evangélicos com os líderes evangélicos, que alimentam o preconceito contra os homossexuais – frisou o deputado.
- Eu gosto da ideia das igrejas inclusivas, porque eu acho que um dos primeiros direito negados aos homossexuais é o direito da religiosidade, o direito de ter uma fé – completou Wyllys, que disse ainda ter tido que se afastar da igreja católica pelo fato de ser homossexual.
Jean Wyllys disse ainda que tais igrejas garantem o direito dos homossexuais professarem sua fé no cristianismo, e afirma que o cristianismo “não pode ser confundido com essa intolerância”, e que “os que aprenderam a lição de Jesus não são intolerantes, porque Jesus andou com as minorias”.
- Se Ele votasse hoje ele estaria do lado dos gays, e não do lado dos fariseus, dos vendilhões do templo e dos exploradores comerciais da fé – completou Wyllys.
Assista ao trecho da reportagem em que Wyllys fala sobre Jesus:
Por Dan Martins, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem de Ensinamento com Pr. Clodoaldo Alves da Costa 08/08/2017

Culto de Ensinamento na IEADN em Boa Vista Roraima, com nosso Pastor Presidente Clodoaldo Alves da Costa