Pular para o conteúdo principal

Pastor Lucinho Barreto rebate críticas ao seu estilo de pregação: “Se não for radical, não toca o jovem”

O tempo passa e a necessidade de Lucinho Barreto continuar explicando o que ele quis dizer com a polêmica imagem dele cheirando uma Bíblia – numa alusão à dependência da cocaína – continua.
Desta vez, o pastor de jovens da Igreja Batista da Lagoinha (IBL) concedeu entrevista ao G1, e disse que a mensagem tem que ser passada de forma diferente: “Se não for radical, não toca o jovem”.
Aos 41 anos, Lucinho coleciona polêmicas: “Quem me conhece sabe as loucuras que já fiz. Subi na mesa da praça de alimentação de um shopping para pregar e também já subi em trio elétrico. Muitas pessoas não entenderam aquela mensagem. O que quis dizer foi que com a mesma força que você ‘cheira’ cocaína ou fuma crack, também pode adorar a palavra de Deus”.
Lucinho Barreto entende que houve exagero na reação à sua mensagem, e diz que o público-alvo aprovou: “Esse fato fez com que eu queimasse o filme com muita gente. Muitos adultos me criticaram, falaram que aquilo era um absurdo. Mas com o meu público, os jovens e adolescentes, foi positivo. Com eles, você tem que entrar ‘arrebentando’, ou então até os estimula a fazer a coisa errada”.
Rock In Rio
Sobre o festival de música que se encerrou no último fim de semana, Lucinho Barreto adotou discurso flexível, mas careta: “Não acho que deve acabar e também não é uma caça às bruxas, que isso fique bem claro. Chamaram artistas de vários ritmos para tocar, mas nenhum gospel. E outra, pessoas chegaram até mim dizendo que foram roubados, viram outros usando drogas, entrando em coma alcoólico. Aconselho os meus fiéis a não ir, a não ser que seja com os pais”.
Loucura
O pastor costuma mesclar a cultura pop que cerca os adolescentes nas redes sociais com a mensagem cristã, e diz que sua estratégia visa promover uma ideia de proximidade: “São iscas que uso para atrair os adolescentes. Prego com a bíblia em uma mão e o jornal na outra. Sou muito ligado no que acontece atualmente e tento ao máximo usar uma linguagem que remeta a eles”.
Seu lema “Loucos por Jesus” é a síntese de sua estratégia de discipulado: “Pensei: eles são loucos por um monte de coisa. Porque não ser louco por Jesus, que a melhor coisa que existe?”.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…