Pular para o conteúdo principal

Igrejas cristãs arrecadam bilhões de reais em dízimos e ofertas todo ano, segundo a Receita Federal

O dízimo e outras contribuições financeiras para igrejas estão entre os temas mais controversos quando o assunto é religião. Vista por muitos cristãos como um “princípio bíblico” e criticada por muitas pessoas, sobretudo devido à famigerada teologia da prosperidade, a prática de doar a décima parte de seus ganhos à igreja movimenta bilhões de reais anualmente no Brasil.
Por meio da Lei de Acesso à Informação, a Receita Federal divulgou recentemente os números das doações feitas por fiéis em igrejas evangélicas e católicas, revelando que R$ 39,1 milhões são entregues diariamente às instituições religiosas.
No ano de 2011, foram R$ 20,6 bilhões arrecadados pelas igrejas (católicas e evangélicas), dos quais R$ 14,2 bilhões vieram exclusivamente das doações, o equivalente ao orçamento anual do estado do Amazonas. Segundo a Receita, do total arrecadado pelas igrejas, R$ 3,47 bilhões vêm por meio do dízimo e R$ 10,8 bilhões por outras doações voluntárias. As igrejas arrecadaram ainda, em 2011, R$ 3 bilhões através da venda de bens e serviços, e R$ 460 milhões em aplicações financeiras.
Apesar de muitos acreditarem que o rol de dizimistas das igrejas, principalmente evangélicas, é formado apenas por apenas fiéis sem instrução, mais vulneráveis à persuasão dos líderes religiosos, uma reportagem da Folha de S.Paulo mostrou que entre os dizimistas estão também fiéis com alto grau de instrução.
O médico Romeu Nunes, frequentador da Sara Nossa Terra, a igreja evangélica que reúne a maior quantidade de seguidores com curso superior, está entre os cristãos que doam parte de sua renda à igreja, e explicou sua adesão à prática afirmando que “dá resultado”.
- Posso dizer que prosperei e aumentei meu patrimônio em pelo menos seis vezes depois que passei a contribuir com a igreja – afirma.
A prática do dízimo é defendida também pela advogada Vanessa de Almeida Vignoli, que entrou em 2005 para a Igreja Sara Nossa Terra e afirma que o dízimo é um “princípio bíblico” e que faz doações à igreja como um meio de proteger sua vida financeira.
São muitos os relatos de fiéis que acreditam no dízimo como um mandamento divino, e também como forma de obter “bênçãos” de Deus em troca. Porém, muitos outros cristãos veem a prática por outro lado, interpretando-a como um ato de gratidão e uma forma de ajudar a manter a instituição religiosa da qual faz parte.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem de Ensinamento com Pr. Clodoaldo Alves da Costa 08/08/2017

Culto de Ensinamento na IEADN em Boa Vista Roraima, com nosso Pastor Presidente Clodoaldo Alves da Costa