Pular para o conteúdo principal

Thalles Roberto responde as críticas por não ter falado sobre Jesus na entrevista a Jô Soares: “Estratégia era abrir portas”

O cantor Thalles Roberto comentou em sua fanpage no Facebook aentrevista concedida por ele ao apresentador Jô Soares, veiculada pela TV Globo no último dia 30 de outubro, e respondeu as críticas de não ter falado sobre Jesus no programa.
De acordo com o cantor, a opção por falar sobre sua história de vida, cotidiano e manias foi uma estratégia para que ele fosse identificado como um artista e assim, mantivesse as portas abertas na emissora para então, falar mais sobre sua fé.
“O meu objetivo estratégico no Programa do Jô foi abrir as portas! Precisamos muito ter oportunidades em programas como esses, que alcançam um público diferenciado, que gosta da noite e aprecia conhecer histórias de pessoas e aprender com as experiências. Como evangelista que somos, temos que ser extremamente estratégicos, se quisermos alcançar corações que não têm acesso ao Evangelho. Esse programa foi o primeiro passo para que esse público específico soubesse o meu passado de drogas, álcool, noitadas, etc”, justificou-se.
Thalles ainda argumentou que da forma como fez, sem agressividade, há chance de atrair o público pela admiração: “As perguntas que ficam na cabeça daqueles que assistem a um programa como esse são: ‘Esse cara não foi apresentado pelo Jô no início como cantor gospel? Mas ele fazia xixi nas pessoas no passado? Nossa! Ele mudou hein?’. A semente foi plantada e, a partir daí, é só uma questão de tempo, pois Deus está trabalhando!”.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

[Vídeo] Em entrevista a Jô Soares, Thalles Roberto contou histórias de sua vida e carreira como cantor; Assista

A entrevista de Thalles Roberto a Jô Soares foi apresentada pela TV Globo na edição de ontem do talk show, e contou com breves relatos da história do cantor, algumas palhinhas com voz e violão e a apresentação, com banda, da música “Sejam Cheios do Espírito Santo”, título do CD lançado por ele recentemente.
Thalles afirmou que a entrevista tinha um significado especial para ele: “[Era] meu sonho estar aqui, sabia Jô? Um prazer muito grande”, afirmou o cantor, que falou sobre sua mania de “comer” tampinhas de garrafa plástica.
Dentro das peculiaridades comportamentais de Thalles, o cantor contou sobre sua distração, como sair do carro e deixá-lo ligado, por exemplo.
Questionado por Jô Soares a respeito do relacionamento com sua esposa, Daniela Campos, Thalles contou que era apaixonado por ela desde a infância, mas que devido à diferença de realidade social entre as famílias, não ousava se aproximar. O cantor mostrou um trecho de uma música composta por ele para Daniela, e usada para conquistá-la quando ele finalmente tentou uma aproximação.
Ressaltando sua infância vivida na igreja, Thalles mencionou sua fase como backing vocal da banda Jota Quest como porta de contato com as bebidas. No entanto, o cantor frisou que não foi apresentado às drogas pelos músicos da banda mineira, mas como tinha sido criado na igreja, teve curiosidade e quis experimentar, o que o levou a exagerar. O exagero, rendeu histórias diversas, e Thalles relatou uma delas na entrevista.
Falando sobre sua fase como cantor gospel, Thalles relatou que certa vez foi fazer show numa cidade e, no meio da ministração, disse ao público que o “capiroto” – uma referência ao diabo – queria destruir a vida das pessoas, e por isso elas não deveriam dar atenção às tentações malignas. Porém, o cantor não contava com o fato de que o apelido do prefeito da cidade era Capiroto, o que gerou grande constrangimento.
Assista à íntegra da entrevista de Thalles Roberto no Programa do Jô:
Assista à apresentação da música “Sejam Cheios do Espírito Santo”:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Ensinamento com Pr. Clodoaldo Alves da Costa 08/08/2017

Culto de Ensinamento na IEADN em Boa Vista Roraima, com nosso Pastor Presidente Clodoaldo Alves da Costa