Pular para o conteúdo principal

Pastor diz que para o sexo ser bom no casamento não precisa ser igual a “50 Tons de Cinza”

O filme “50 Tons de Cinza”, que adapta o romance do livro homônimo às telonas e estreou nos cinemas na última quinta-feira, 12 de fevereiro, vem causando grande celeuma no meio evangélico.
Líderes evangélicos críticos ao filme se amontam, e no Brasil, o bispo Edir Macedo publicou artigo que classifica o filme como uma trama “inspirada por demônios da perversão” e que pretende fazer apologia à violência sexual.
O pastor Craig Gross, fundador do site bestsexlifenow.com (“melhor vida sexual já”, em tradução livre), diz que a mensagem sobre sexo do filme levou algumas pessoas a acreditar que é necessário recorrer a extremos para que o sexo seja prazeroso, além de fomentar a indústria de acessórios de sexo.
“Muitos casais se sentem presos em vidas sexuais sem brilho, mas as fantasias apresentadas em ‘50 Tons de Cinza’ parecem algo inatingível”, disse o pastor Gross, acrescentando que “as pessoas podem ter muito sexo no casamento e experiências de verdadeira intimidade sem tomar as medidas extremas retratadas no filme”.
No site bestsexlifenow.com, Gross e um parceiro ministerial, Dave Wills, produzem vídeos que abordam as questões principais sobre o quarto dos casais cristãos. O pastor destacou que muitas questões sobre o uso de brinquedos e acessórios no sexo de casais cristãos foram enviadas ao site a partir da leitura do livro que inspirou o filme.
“Com a atenção que ’50 Tons’ tem obtido, muitos casais estão curiosos sobre que tipo de comportamento sexual é permitido para eles”, disse Gross ao Charisma News. “Contanto que seja dentro de um casamento e seja uma coisa que você queira tentar, não há nada na Bíblia que diz que você não pode. No entanto, há perigos quando você começar a se envolver em comportamentos extremos”, acrescentou o pastor.
Craig Gross tem um trabalho ministerial voltado à área da sexualidade. Ele foi um dos co-fundadores do site xxxchurch.com , que ministra a pessoas viciadas em pornografia ou imersos na indústria pornô.
Nesse meio, ouviu muitos relatos sobre o aumento do interesse por acessórios após o surgimento do livro. “É ótimo se divertir no quarto com o seu cônjuge, mas quando fica sombrio ou prejudicial, isso é um nível totalmente diferente. Se você ama o seu cônjuge, questiono por que você iria querer prejudicar ou degradá-lo”, pontuou o pastor. “A grande notícia é que você não tem que se envolver em tais comportamentos a ter uma vida sexual excitante”, resumiu.
“O sexo é um dom de Deus, que traz intimidade e conexão para o casamento. Ele foi criado para você mostrar seu amor para seu companheiro, e quanto você o estima”, concluiu.

Via Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Ensinamento com Pr. Clodoaldo Alves da Costa 08/08/2017

Culto de Ensinamento na IEADN em Boa Vista Roraima, com nosso Pastor Presidente Clodoaldo Alves da Costa