Pular para o conteúdo principal

Ativistas gays fazem beijaço em gabinete de deputado que protestou contra “Babilônia”

O deputado estadual Eli Borges apresentou uma moção de repúdio a novela global.


Ativistas gays invadiram o gabinete do deputado estadual Eli Borges (PROS) do Tocantins e promoveram um beijaço em protesto contra uma manifestação de repúdio à Globo pela exibição de um beijo gay no primeiro capítulo da novela Babilônia.
A novela que vai ao ar entre 21h15 e 22h20 tem sido boicotada por evangélicos e sofrido uma queda acentuada na audiência desde o primeiro capítulo que estreou com a cena gay entre as personagens interpretadas por Nathalia Timberg e Fernanda Montenegro, o que desagradou a muitos telespectadores.
A moção de repúdio do deputado foi aprovada com o apoio de 12 deputados que votaram a favor do requerimento o que provocou a retaliação dos ativistas homossexuais que invadiram o gabinete do deputado.
“Na medida em que ‘invadem’ o meu gabinete, estão deixando uma prova que eu respeito eles, mas eles, não me respeitam. Em nenhum momento eu fiz insinuação em detrimento dos seguidores desta prática, eu só disse que a intimidade tem que ser vivida na sua intimidade”, disse Eli Borges.
O pastor Marco Feliciano, deputado federal pelo Partido Social Cristão de São Paulo, foi quem deu inicio as campanhas contra o principal produto da Rede Globo, que nesta segunda-feira marcou míseros 24 pontos na Grande São Paulo. Na estreia a novela havia atingido 33 pontos.
A audiência da novela “Babilônia”, é uma das menores dos últimos tempos, e tem sofrido com a queda constante graças a tentativa de promoção do comportamento homossexual, que tem sido rejeitado pelos mais diversos seguimentos da sociedade. Com informações JM Noticia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…