Pular para o conteúdo principal

Cronista sugere que a Bíblia seja reescrita para que a homossexualidade não seja vista como pecado


Frank Bruni usou sua coluna no The New York Times para dizer que a visão bíblica é uma escolha” baseada em “textos antigos”.

Um articulista influente nos Estados Unidos publicou um texto em que defende que a Bíblia Sagrada seja reescrita para que os homossexuais sejam aceitos na comunidade cristã, e que a questão da homossexualidade deixe de ser vista como pecado.

Frank Bruni usou sua coluna no The New York Times para dizer que a visão bíblica de enxergar “gays, lésbicas e bissexuais como pecadores é uma escolha” baseada em “textos antigos”, e que o livro deve ser “reescrito” para ser aceito pela comunidade homossexual e que esta seja também aceita pelos cristãos.

“É uma escolha. Ela [a Bíblia Sagrada] prioriza passagens dispersas de textos antigos e faz que tudo o que foi aprendido desde então, como se o tempo tivesse parado, como se os avanços da ciência e do conhecimento não significassem nada”, escreveu.

A Bíblia, segundo o articulista, “desconsidera o grau com que os escritos refletem os preconceitos e pontos cegos de seus autores, culturas e épocas”, e por isso, está desatualizada.

No entanto, a proposta absurda de Bruni recebeu uma resposta do escritor cristão Michael Brown. O autor de “Você Pode Ser Gay e Cristão?” escreveu no site Charisma News que o articulista do NYT está equivocado sobre a Bíblia Sagrada.

“Para os judeus e cristãos devotos, as Escrituras não são apenas quaisquer escritos, cheios de preconceitos e pontos cegos […] Se fosse esse o caso, não haveria base alguma para a nossa fé e nenhum fundamento moral absoluto de qualquer espécie. Esqueça sobre a homossexualidade. Nós não teríamos nenhum motivo para manter a qualquer um dos fundamentos da nossa fé se a descrição de Bruni fizesse sentido”, opinou.

Sobre a opinião de Bruni, que entende que a “homossexualidade não deve ser considerada um pecado”, Brown respondeu dizendo que a posição cristã sobre o tema não se resume a isso: “Todos nós, não importa as nossas tradições religiosas, devemos saber fazer mais do que dizer às pessoas homossexuais que elas são uma ofensa. E isso é precisamente o que os floristas e padeiros que querem transformá-los estão dizendo a eles”, explicou, fazendo referência aos casos em que profissionais cristãos que se recusam a prestar serviços para cerimônias de casamento gay acabam acusados de homofobia.

Por fim, o escritor cristão acrescentou que “o fato é que as igrejas e denominações e grupos religiosos podem ir e vir, mas a Palavra de Deus está aqui para ficar. Ela permanece”.

Fonte: Gospel Mais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…