Pular para o conteúdo principal

Estamos prestes a atingir o limite da internet

Estamos ficando sem internet. Essa previsão vem sendo feita há muito tempo, mas estamos finalmente nos aproximando de ficar sem internet. Em 2011, alertamos que o limite da internet estava próximo, e agora temos um prazo mais substancial. De acordo com o Wall Street Journal, ficaremos sem novos endereços de IP nos próximos meses.

Em 1980, os engenheiros que criaram a internet e a especificação IPv4 fizeram 4,3 bilhões de endereços de IP. Um número bem grandão, não é mesmo?

Errado.
Considerando o dilúvio de laptops, smartphones, dispositivos de Internet das Coisas e os milhões de endereço de IPs que corporações gigantescas precisam para que suas plataformas na nuvem funcionem (entre outras coisas), e estes 4,3 bilhões de endereços acabaram minguando para apenas 3,4 milhões na América do Norte. É esperado que todos estejam em uso até o meio deste ano.

Então seria essa uma crise de internet de proporções bíblicas, na qual fogo e enxofre são substituídos pro gifs de gatinhos e vídeos virais? Nem tanto. Alguns países estão sem endereços de IPv4 há anos, e ainda temos a especificação IPv6 na nossa manga. Com o IPv6, nós nunca, nunquinha, ficaremos sem endereços de IP, como descreve o Wall Street Journal:

Mas o IPv6, aprovado em 1998 — IPv5 nunca foi muito longe — nos dá um aumento gigantesco de 240 undecilhões, ou o número 340 seguido de 36 zeros, endereços de IP o suficiente para cada átomo na Terra.

Pois é. Undecilhão é uma palavra.

No entanto, grandes corporações talvez ainda fiquem com o IPv4 por quanto tempo puderem, já que mudar para o IPv6 significaria comprar novos roteadores e hardwares. Mas é questão de tempo antes que todos sejam forçados a embarcar no futuro do IPv6.

Bom, no fim das contas a internet continua.

Fonte: Gizmodo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…