Pular para o conteúdo principal

Organizações cristãs socorrem o Nepal. Saiba como ajudar

O Nepal, um dos países mais vulneráveis para tremores de terra, já registra mais de 2 mil mortos depois que um terremoto de magnitude 7,8 na escala de Richter abalou a região no entorno da capital, Katmandu, neste sábado (25).

Índia, China e Bangladesh também contabilizam mortes por causa da tragédia. É o mais forte terremoto no Nepal nos últimos 80 anos.

Organizações cristãs estão se mobilizando para socorrer as vítimas. A Visão Mundial [parceira da RENAS] quer atender, nesta fase inicial, cerca de 50.000 pessoas, satisfazendo as suas necessidades imediatas, incluindo fornecimento de kits de primeiros socorros, colchões, cobertores e enlatados; abrigo temporário e proteção para crianças. A ONG também já criou três espaços “Amigo da Criança” para que as elas tenham um espaço seguro para brincar após o trauma do terremoto. Segundo o UNICEF, quase um milhão de crianças precisam de ajuda humanitária urgente no país. A Visão Mundial está em plena campanha nas redes sociais com a hashtag #pelascriançasdonepal

A Rede SOS Global [também parceira da RENAS] mobiliza voluntários e doações com o objetivo de enviar equipes de socorro emergencial ao Nepal. A Rede se organiza junto com outras organizações, como a Sustainable Communities Worldwide, que coordena operações com seis equipes socorristas de todo o mundo prontos para entrar no Nepal imediatamente. Essas equipes trabalharão para prover socorro médico, atender as necessidades mais urgentes, reestabelecer comunicação, transporte e logística necessárias para levar o socorro a áreas que ainda não receberam ajuda.

Outra parceria da RENAS, a Tearfund, que é uma organização cristã focada no socorro a vítimas de desastres naturais, também já publicou em seu site o link para doações. É possível efetuar a doação financeira por meio de cartão de crédito. [saiba, no final, como doar].

Relatos sobre a situação do Nepal
Estradas interditadas, sobreviventes em barracas, edifícios antigos destruídos, poucas lojas abertas e acesso limitado a suprimentos. A situação é grave, e pode piorar, mas ainda há espaço para solidariedade. “Houve um verdadeiro sentimento de comunidade, as pessoas estão cozinhando umas para as outras. Mas as fontes de suprimento estão se esgotando. Não estamos na fase de pânico ainda, mas está começando a ficar preocupante”, disse o diretor de Operações da Visão Mundial no Nepal, Phillip Ewert.

“A situação está horrível neste momento na capital Katmandu. Há uma série de tremores secundários, mas realmente fortes. Os tremores são assustadores quando você sabe que os edifícios já estão enfraquecidos”, relatou Steve Collins, diretor nacional da Tearfund no Nepal.

Uma turma de alunos do Centro de Treinamento Ministerial Diante do Trono (CTMDT), da a Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte (MG), está no Nepal. Eles precisaram que doar todo o dinheiro que tinham para comprar bananas para a população desabrigada.

“Apesar de estarem em uma região altamente propensa a terremotos, muitas vilas e cidades no Nepal simplesmente não estão preparadas para terremotos dessa magnitude”, disse um dos funcionários da Visão Mundial com base no Nepal Matt Darvas.

“Vilas nas áreas afetadas perto do epicentro estão literalmente empoleiradas nas laterais de grandes faces da montanha e são feitas de construção simples em pedra. Muitas destas aldeias são acessíveis apenas por veículo de tração, depois seguindo o percurso a pé, com algumas horas até as primeiras aldeias e levando até dias inteiros de caminhada a partir das estradas principais, quando o clima está bom. Algumas das vilas mais remotas serão acessadas apenas por helicópteros”, disse Darvas. “A entrega de assistência médica também será um desafio. Os postos de saúde são muitas vezes rudimentares nos distritos das aldeias com serviços limitados, e nem sequer são sempre compostas por um médico registrado. Algumas aldeias conseguem acessar os postos de saúde das aldeias circundantes. Se esses postos estiverem afetados também, é possível que aldeias inteiras estejam sem assistência médica neste momento”.

Faça sua doação
Confira a seguir os dados bancários destinados a receber suas doações:

– Visão Mundial
Banco: Banco do Brasil
Agência: 3392-8
Conta-corrente: 98.000-5
CNPJ: 18.732.628/0001-47

– Rede SOS Global (Associação Missão Esperança AME)
Doações em dinheiro serão destinadas ao envio da equipe médica, bem como para a compra dos itens necessários para a sobrevivência das vítimas.
Banco: Bradesco
Agência: 2036-2
Conta-corrente: 28.738-5 (final: 0,11 centavos)
CNPJ 05.066.986/0001-16
O valor da passagem até Kathmandu é aproximadamente US$1.500 para quem vão do Brasil e US$530 para quem já está no Sudeste Asiático.

– Tearfund
Para doações usando o cartão de crédito, acesse este link.

– Missão Nepal (CTMDT)
Banco: Banco do Brasil
(Edgar Gonçalves Garcia)
Agência: 8121-3
Conta-corrente: 40.604-x
Banco: Bradesco
(Edgar Gonçalves Garcia)
Agência: 0522-3
Conta-corrente: 100428-87
CPF: 887.413.702-87
E-mail: garcia_edgard@hotmail.com

Ore pelo Nepal
Algumas igrejas brasileiras já começaram a orar pelo Nepal. A Igreja Metodista da Asa Sul de Brasília (DF), a Comunidade da Graça de São Paulo (SP) e a Igreja Presbiteriana de Viçosa (MG) são algumas das que realizaram momentos de intercessão em seus cultos neste domingo. Participe também da mobilização de oração. Ore pelos motivos a seguir:

Consolo de Deus às milhares de famílias enlutadas;
Conforto e cura de Deus aos feridos;
Socorro aos feridos que necessitam de atendimento médico urgente, inclusive, aqueles ainda presos em edifícios destruídos;
Proteção às crianças que estão em vulnerabilidade extrema neste momento;
Proteção dos que estão trabalhando no resgate, devido aos constantes tremores;
Por voluntários médicos;
Pelo levantamento de recursos destinados ao socorro. Que haja o “milagre da multiplicação”;
Pelo governo do Nepal. Que haja eficiência, honestidade e justiça no uso dos recursos públicos.

Fonte: RENAS - Rede Evangélica Nacional de Ação Social

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Banda Catedral anuncia última turnê e o seu fim

Em vídeo, os integrantes da banda, Kim, Júlio Cézar e Guilherme Morgado anunciam que o CD e DVD dos 25 anos da banda será o último trabalho. 

Nesta sexta-feira, 22 de maio, os integrantes da Banda Catedral anunciaram em vídeo, que, a gravação do Cd e DVD em comemoração aos 25 anos da banda, que será gravado em Belém (PA) e em Recife (PE), será o seu último trabalho.

O último trabalho em vídeo que vai celebrar os 25 anos de carreira da banda, recebeu o nome de “Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos”.

“Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos” será o quarto trabalho ao vivo do Catedral em DVD. Os outros títulos já lançados são “Catedral 10 Anos Ao Vivo”, “Acima do Nível do Mar - 15 Anos” e “Catedral 20 Anos de Estrada Ao Vivo”. Além desses DVDs, a banda tem outro título, “Mais que Amigos = Irmãos”, em parceria com a banda Novo Som.

Catedral é uma banda brasileira de rock cristão, formada no Rio de Janeiro em 1988, conhecida por abordar nas letras de suas canções uma mensagem cristã positiva e popula…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Biografia - Pr. Clodoaldo Alves da Costa

Nascido em 31 de dezembro de 1952 na cidade de Benedito do Rio Preto-MA, filho de dona Maria Alves da Costa e seu Pedro Florêncio Borges, aos 17 anos migrou para o estado do Pará em 1974, onde passou a morar em Itaituba e Santarém e em 05/02/75 aceitou a Cristo Jesus como seu salvador e em maio do mesmo ano foi selado com o Santo Espirito da promessa e em 31/08/75 foi batizado em águas no Rio Tapajós, no ano seguinte foi apresentado como auxiliar do trabalho pelo Pr. Eliezer pastor presidente da igreja, começava ai toda uma trajetória dedicada a Deus. No mesmo ano foi indicado para ajudar o irmão João Gomes na Vila de São Luís do Tapajós e em 1977 retornou para Itaituba para desenvolver um trabalho com mocidade e escola bíblica dominical e em 1978 nosso pastor foi enviado para o Instituto Bíblico Amazônico em Belém, uma escola em regime de internato, ali começou a sua preparação educacional e psicológica para o Santo Ministério, ali passou 3 anos em tempo integral . No final de 1980 no…