Pular para o conteúdo principal

Billy Graham alerta cristãos: “Prepare-se para a perseguição”


O conhecido pregador e fundador da Associação Evangelística Billy Graham escreveu um texto em seu site na semana passada e será reproduzido na edição de novembro da revista Decision.
Ele acredita que “a imunidade à perseguição que os cristãos em nosso país têm experimentado nos últimos dois ou três séculos é incomum”. Embora fale especificamente para os norte-americanos, sua análise inclui os cristãos de todo o mundo ocidental.
“Como um todo, não sabemos o que é sacrifício. Nós não sabemos o que é sofrimento… Se começarmos a experimentar um pouco de perseguição religiosa, é provável que, sob pressão, muitos negariam a Cristo. Aqueles que gritam mais alto sobre a sua fé são os que podem render-se mais rápido.”
Graham sugeriu que os cristãos lembrassem de “cinco maneiras para fortalecer sua fé e enfrentar esses dias”. Mencionou certificar-se como está sua relação com Deus, caminhar com Deus, ler regularmente as Escrituras, orar sempre e meditar sobre Cristo.
“A história e a Bíblia indicam que ter bens materiais é algo insuficiente em tempos de grande crise” continuou Graham. O famoso pregador listou uma série de coisas que vem acontecendo no mundo que servem como indicadores que a perseguição é uma realidade crescente.
É a primeira vez que o evangelista, que está completando 97 anos na próxima semana, se manifesta de maneira tão clara sobre a situação.
Graham lembra que não há base bíblica garantindo que ficaríamos livres da possibilidade de ser perseguidos por causa de Cristo. Na verdade, Cristo alertou seus seguidores que ser seu discípulo não seria uma decisão popular. “Lançarão mão de vós, e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões, e conduzindo-vos à presença de reis e presidentes, por amor do meu nome”, diz o texto de Lucas 21:12
O apóstolo Paulo ressaltou isso em 2 Timóteo 3:12: “Todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições”.
Nos últimos anos, seu filho, Franklin Graham, tornou-se um crítico contumaz das políticas que ele acredita formatarem a crescente hostilidade contra os cristãos. Com informações Christian Post

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Banda Catedral anuncia última turnê e o seu fim

Em vídeo, os integrantes da banda, Kim, Júlio Cézar e Guilherme Morgado anunciam que o CD e DVD dos 25 anos da banda será o último trabalho. 

Nesta sexta-feira, 22 de maio, os integrantes da Banda Catedral anunciaram em vídeo, que, a gravação do Cd e DVD em comemoração aos 25 anos da banda, que será gravado em Belém (PA) e em Recife (PE), será o seu último trabalho.

O último trabalho em vídeo que vai celebrar os 25 anos de carreira da banda, recebeu o nome de “Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos”.

“Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos” será o quarto trabalho ao vivo do Catedral em DVD. Os outros títulos já lançados são “Catedral 10 Anos Ao Vivo”, “Acima do Nível do Mar - 15 Anos” e “Catedral 20 Anos de Estrada Ao Vivo”. Além desses DVDs, a banda tem outro título, “Mais que Amigos = Irmãos”, em parceria com a banda Novo Som.

Catedral é uma banda brasileira de rock cristão, formada no Rio de Janeiro em 1988, conhecida por abordar nas letras de suas canções uma mensagem cristã positiva e popula…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Onda de ataques deixa 800 cristãos mortos e 16 igrejas destruídas

A Arquidiocese de Kafanchan divulgou esta semana que os últimos ataques no sul do estado de Kaduna, Nigéria, resultou em mais de 800 mortos. Cinquenta e três aldeias foram invadidas por soldados islâmicos, da etnia fulani. As autoridades reconhecem que falharam em proteger os habitantes locais, mas não anunciaram que providencias tomariam. Durante uma coletiva de imprensa, Ibrahim Yakubu, responsável pela arquidiocese e quatro outros padres apresentaram um relatório completo, mostrando que foram invadidas 1422 casas e destruídas 16 igrejas, além de uma escola primária cristã. Ao total, morreram 808 pessoas e mais 57 ficaram feridos. Ao jornal The National, Yakubu pediu que todas as famílias que perderam entes queridos ou propriedade recebessem algum tipo de compensação e que seja criada uma comissão oficial para investigar os casos. Já o senador Sani Shehu, reclamou que o estado de Kaduna esteja se transformando em “um matadouro e um cemitério onde vidas humanas não tem valor”. Ele af…