Pular para o conteúdo principal

Proposta de Donald Trump de barrar muçulmanos nos EUA recebe apoio do pastor Franklin Graham

O pré-candidato do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, propôs recentemente que o país bloqueie a entrada de muçulmanos como forma de conter o avanço dos atentados terroristas planejados e executados por extremistas islâmicos.
A proposta – polêmica, no mínimo – foi rebatida por todos os outros pré-candidatos republicanos e até pela adversária do Partido Democrata, Hillary Clinton, e Trump foi severamente criticado. Até a Casa Branca emitiu nota afirmando que a declaração de Trump o desqualificava para o cargo de presidente dos Estados Unidos.
No entanto, Trump recebeu manifestação de apoio do influente pastor Franklin Graham, crítico ferrenho da administração Barack Obama e um dos principais formadores de opinião no meio evangélico que defendem uma postura mais rígida contra os muçulmanos extremistas.
Em sua página no Facebook, Franklin Graham afirmou que “os políticos em Washington parecem totalmente desconectado com a realidade”, e que a ideia de que a proposta de Trump seria absurda é falta de visão das autoridades.
“Por algum tempo, eu tenho dito que a imigração muçulmana aos Estados Unidos deve ser interrompida. Donald J. Trump tem sido criticado por alguns por ter dito algo semelhante”, escreveu, antes de citar estatísticas obtidas por uma pesquisa realizada pelo Centro Político de Segurança que mostram que um grande número de muçulmanos norte-americanos considera justificáveis os atentados contra o país.
O texto de Graham repercutiu positivamente entre diversos de seus seguidores, e nas primeiras 24 horas, teve mais de 43 mil compartilhamentos.
Graham, que representa o pensamento conservador, presente em uma significativa parcela da população, não tem recebido manifestações de apoio em suas propostas de outros líderes cristãos, assim como Trump, que foi comparado a Adolf Hitler e Benito Mussolini em charges publicadas pela mídia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Infarto?

Sinônimos: Infarto agudo do miocárdio, Parada cardíaca, Ataque cardíaco Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. Causas A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias. As artérias coronárias levam sangue e oxigênio para o coração. Se o fluxo sanguíneo estiver bloqueado, o coração ficará sem oxigênio e as células cardíacas morrerão. A maioria dos ataques cardíacos é causada por um coágulo sanguíneo que bloqueia uma das artérias coronárias Um substância dura chamada placa pode se acumular nas paredes de suas artérias coroná…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Profecias sobre a Síria estão se cumprindo em nossos dias?

O ataque mais recente das forças dos Estados Unidos voltaram os olhos do mundo para a Síria. Há quase sete anos em guerra, o país está sendo destroçado por uma guerra civil que transformou parte da nação em uma pilha de ruínas. Agora que o presidente Trump afirma que podem ocorrer mais ataques militares, o presidente Bashar Al Assad já admite que lhe restam poucas alternativas. Alguns estudiosos das profecias lembram de Isaías 17: 1. Cerca de 750 anos antes de Cristo o profeta anunciou: “Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas”. Até o momento, a capital da Síria foi preservada de grandes ataques, pois os jihadistas do Estado Islâmico e grupos associados mantinham o controle apenas da porção norte do país, mas os conflitos se aproximam da cidade, sede do governo. Uma das cidades continuamente habitada mais antigas do mundo, ela nunca viu uma destruição como a anunciada por Isaías.  Até recentemente dizia-se que o cumprimento da profecias deu-se…