Pular para o conteúdo principal

Não é o Google e nem a Wikipedia, mas a Bíblia que dá a Israel o direito sobre a Cisjordânia, afirma ministro

Ministro de Israel fala em reunião que o direito sobre a
Cisjordânia é dado pela Bíblia e não por informações da internet,
confrontando às políticas da ONU em favor da Palestina
A história de Israel é, sem dúvida, um dos elementos históricos mais contundentes em relação a credibilidade da narrativa bíblica. Olhar para Israel e não enxergar o cumprimento detalhado das profecias bíblicas, por exemplo, é quase ignorar a realidade diante dos nossos olhos. Com base nisso, o ministro das Comunicações, Tzachi Hanegbi, surpreendeu alguns durante um discurso, ao reivindicar a autoridade bíblica como prova de que a Cisjordânia, território alvo de conflito com os palestinos, pertence realmente aos judeus.
A intenção de Israel é construir mais assentamentos na Cisjordânia. Eles, obviamente, tem por objetivo assegurar e expandir a ocupação do território. Essa não é a visão da ONU, que tem promovido políticas contra Israel. Em resposta às críticas do bloco, Tzachi Hanegbi disparou:
“A defesa é importante, a segurança é importante, mas a coisa mais importante é a reivindicação moral de Israel. Estamos empenhados em seguir em frente, vivendo em nossa terra, terra essa que não nos foi dada pelo Google e Wikipedia, mas pela Bíblia”, disse ele, segundo informações da agência Jerusalém Post.
Sua fala aconteceu durante o Conselho de Comunidades Judaicas da Judéia e Samaria, realizado pela primeira vez em Washington pela comemoração do 50º aniversário da Guerra dos Seis Dias, junto ao Comitê EUA-Israel de Negócios Públicos, na intenção de conseguir apoio para a construção de mais assentamentos na região.
Querendo enfatizar ainda mais a historicidade bíblica como prova do direito de Israel em ocupar seu território, o ministro da Habitação e Construção, Yoav Galant, fez questão de lembrar que eles não se referem a região pelo nome “Cisjordânia”, mas sim pelos termos originais descritos na Bíblica: “Para nós, Judeia e Samaria são Israel”, disse ele, ainda na mesma matéria.
Reforçando o discurso dos compatriotas, Tzipi Hotovely, vice-ministra das Relações Exteriores, argumentou que o termo “ocupação” é inadequado no caso de Israel, pois o país está apenas recuperando o que lhe foi tomado. Segundo ela, “a ocupação é um mito, porque nunca ocupamos a terra de outras pessoas. Esta é a terra judaica [Judéia e Samaria] e deve ser para sempre uma terra judaica, sob a lei israelense”.

Fonte: Gospel +

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Banda Catedral anuncia última turnê e o seu fim

Em vídeo, os integrantes da banda, Kim, Júlio Cézar e Guilherme Morgado anunciam que o CD e DVD dos 25 anos da banda será o último trabalho. 

Nesta sexta-feira, 22 de maio, os integrantes da Banda Catedral anunciaram em vídeo, que, a gravação do Cd e DVD em comemoração aos 25 anos da banda, que será gravado em Belém (PA) e em Recife (PE), será o seu último trabalho.

O último trabalho em vídeo que vai celebrar os 25 anos de carreira da banda, recebeu o nome de “Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos”.

“Música Inteligente Ao Vivo 25 Anos” será o quarto trabalho ao vivo do Catedral em DVD. Os outros títulos já lançados são “Catedral 10 Anos Ao Vivo”, “Acima do Nível do Mar - 15 Anos” e “Catedral 20 Anos de Estrada Ao Vivo”. Além desses DVDs, a banda tem outro título, “Mais que Amigos = Irmãos”, em parceria com a banda Novo Som.

Catedral é uma banda brasileira de rock cristão, formada no Rio de Janeiro em 1988, conhecida por abordar nas letras de suas canções uma mensagem cristã positiva e popula…

Mensagem do Pr. Clodoaldo

Ouça mais uma mensagem abençoada por Deus através do nosso querido Pr. Clodoaldo, esta mensagem foi entregue dia 05/07/2015 no culto de Santa Ceia no Templo Sede da IEADN.

Seja abençoado em nome de Jesus.













Biografia - Pr. Clodoaldo Alves da Costa

Nascido em 31 de dezembro de 1952 na cidade de Benedito do Rio Preto-MA, filho de dona Maria Alves da Costa e seu Pedro Florêncio Borges, aos 17 anos migrou para o estado do Pará em 1974, onde passou a morar em Itaituba e Santarém e em 05/02/75 aceitou a Cristo Jesus como seu salvador e em maio do mesmo ano foi selado com o Santo Espirito da promessa e em 31/08/75 foi batizado em águas no Rio Tapajós, no ano seguinte foi apresentado como auxiliar do trabalho pelo Pr. Eliezer pastor presidente da igreja, começava ai toda uma trajetória dedicada a Deus. No mesmo ano foi indicado para ajudar o irmão João Gomes na Vila de São Luís do Tapajós e em 1977 retornou para Itaituba para desenvolver um trabalho com mocidade e escola bíblica dominical e em 1978 nosso pastor foi enviado para o Instituto Bíblico Amazônico em Belém, uma escola em regime de internato, ali começou a sua preparação educacional e psicológica para o Santo Ministério, ali passou 3 anos em tempo integral . No final de 1980 no…